Buscar

Vontade Permissiva?

#Vontade_de_Deus #Permissão #Soberania #Controle


Temos lido muitos livros de bons teólogos para ter uma definição clara da expressão “Deus permite”, “Deus permitiu”, “Há uma permissão de Deus nisso”, será mesmo que há uma permissão de Deus em tudo o que acontece? Vamos entender como essas palavras que percorrem o nosso ambiente religioso tornam a todos de uma forma, conformados com tudo. O que mais ouvimos hoje é: “Mas foi Deus que permitiu”, ou quando queremos ser mais intelectuais dizemos assim “Qual é o propósito disso”, “Deus tem um propósito em tudo” , queremos dar explicação de tudo, resumindo que “Deus está no controle”.


Existe Vontade Permissiva de Deus?

Rodrigo Moraes e Tiago Amorim

FATEEB - Faculdade Teológico Escola da Bíblia – Teologia e Missão


Resumo

Temos lido muitos livros de bons teólogos para ter uma definição clara da expressão “Deus permite”, “Deus permitiu”, “Há uma permissão de Deus nisso”, será mesmo que há uma permissão de Deus em tudo o que acontece? Vamos entender como essas palavras que percorrem o nosso ambiente religioso tornam a todos de uma forma, conformados com tudo. O que mais ouvimos hoje é: “Mas foi Deus que permitiu”, ou quando queremos ser mais intelectuais dizemos assim “Qual é o propósito disso”, “Deus tem um propósito em tudo” , queremos dar explicação de tudo, resumindo que “Deus está no controle”.


Palavra-chave: Permissão, Vontade, Controle, Soberania.


Introdução

Tudo o que acontece no mundo ou em nossa vida, de bom ou de ruim, temos uma explicação, explicação de que, se tudo de bom aconteceu é porque Deus é bom e está no controle, e se o mal vem, à frase é mais elaborada, “Foi Deus que permitiu que isso acontecesse”, “você não sabe o porquê disso, mas Deus sabe”, “Nunca pergunte o porquê e sim para quê”, e ano após ano isso tomou a religião cristã que se tornou uma febre de frases de efeito, parecendo que não temos uma base de conhecimento que é a própria Bíblia, o pior é quando a usamos para fundamentar essas teorias.


Significado de Permissão: Ato ou efeito de permitir; autorização, consentimento.


Deus permitiu que Adão pecasse?

Genesis 2.16-17: “E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás”.

O texto diz “...dela não comerás...”

- Se à vontade de Deus era que não comesse, a vontade de Deus muda, quando diz que não é sim, e quando diz que sim é não?

- Houve de Deus autorização para que Adão comesse?

- Houve de Deus consentimento para que Adão comesse?

- Onde está escrito no texto que Deus permite que Adão coma da árvore do conhecimento do bem e do mal?

“A doutrina da criação nos conduz ao conceito da administração da criação pelo homem, que deve ser contrastada com a noção secular do mundo como propriedade do homem. A criação não nos pertence; nós apenas a governamos como representantes de Deus. Nossa missão é “ser os administradores da criação de Deus”, e, assim, somos responsáveis pela maneira como exercemos esse papel”. (McGrath, 2005, página 353.)

Deus permite que erremos?

Tiago 1.16: Não erreis meus amados irmãos.

- Como pode Deus dizer para não errar se ele concede ou “permite” que erremos?

- Se errar é o contrário de sua vontade porque à sua permissão?

Lembre-se: “Deus não permite que você faça qualquer coisa que ele não queira!”.

Quando fazemos coisas que temos que assumir as consequências, não temos o poio e nem o consentimento de Deus.


Errar é humano?

Cristo, o Filho de Deus se fez semelhante aos homens (Fp. 2:7) para nos provar que errar não é humano, pois este viveu mesmo como homem uma vida santa e agradável ao Pai (1 Pe. 2:22).

O pecado não é uma composição do homem e nem uma “escolha”, o pecado é uma “decisão”.

Explicarei do modo de Cristo, com uma parábola:

Um senhor pega um voo para um país muito distante e terá que passar horas no avião. Na hora de fazer sua primeira refeição ele chama a aeromoça e diz: Olá, qual a opção para almoço? Essa por sua vez responde: Sim ou não!

Ele esperava ter uma escolha, mas na verdade ele só tinha que tomar uma decisão.

A confusão que existe na igreja atual da natureza pecaminosa com a livre arbitragem é que nos faz pensar na vontade permissiva de Deus e dividir com Ele um pouco da devastação que nós estamos causando a todo ser vivente.


Deus é Soberano

Soberania não é uma propriedade da natureza divina, mas uma prerrogativa oriunda das perfeições do Ser Supremo. Se Deus é Espírito, e, portanto uma pessoa infinita, eterna e imutável em suas perfeições, o Criador e Preservador do universo, a soberania absoluta é um direito seu.

- “Todos os moradores da terra são por ele reputados em nada; e, segundo a sua vontade, ele opera com o exército do céu e os moradores da terra; não há quem lhe possa deter a mão, nem lhe dizer: Que fazer?” (Dn 4.35).

- “Tua, Senhor, é o poder, a grandeza, a honra, a vitória e a majestade; porque teu é tudo quanto há nos céus e na terra” (1Cr 29.11).

- “Ao Senhor pertence a terra e tudo o que nela se contém, o mundo e os que nele habitam”(Sl 24.1).

Portanto, a soberania de Deus é universal, ela se estende sobre todas as suas criaturas, das mais elevadas às mais inferiores, ela é absoluta, não se podem por limites à sua autoridade, ela é imutável, não pode ser ignorada nem rejeitada.


Diferença entre Soberania e Controle

Deus cria todas as coisas porque que é soberano, e por seus atributos de onipotência, onisciência e onipresença, e cria seres humanos com características próprias de seres humanos, para finalidade de que tenham o controle em tudo que foi entregue no jardim.

Gênesis 1.26-30:

- V.26: “...e domine sobre...” - Literalmente é Domine eles.

- V.27: “...à imagem de Deus o criou..” - Se refere ao domínio do homem sobre a terra, assemelhando-se ao seu Criador, nos atributos de inteligência e de domínio expressam a mesma qualidade, ou seja, a capacidade criativa do homem.

- V.28: “...e sujeitai-a; e dominai sobre...” - Ela não deve dominar o homem.

- V.29: “...tenho dado toda a erva...”, “...que está sobre a face de toda a terra...” - Não há restrições sobre essas coisas.

- V.30: “E a todo o animal da terra, e a toda a ave dos céus...” – Foi dado tudo para domínio.


Deus não cria o homem e mulher para ser controlado, mas para controlar!

Se relacionarmos a soberania de Deus com o domínio de Deus sobre as coisas e os homens podemos cair no Determinismo, é a teoria de que toda ação humana é inteiramente causada por eventos anteriores, e não pelo exercício da vontade (decisão).

Se você esta dirigindo um carro, esta no controle dele, Deus esta acima, ele é soberano, sobre os freios, sobre as rodas, até mesmo sobre a pista molhada, mesmo você no controle não tem poder soberano sobre o carro, se o freio falhar você não tem como parar, mas Deus é soberano e pode parar o carro, porque Ele esta acima de você.

Portanto, sem tirar de Deus a autoridade no mundo, afirmando aqui sua soberania, definimos que Deus não esta no controle da história do mundo, porque designou esta tarefa ao homem, Deus esta no controle da história da Salvação, e interfere todas as histórias paralelas, para impedir que a história da Salvação corra risco de continuidade, ou seja, Deus se responsabiliza pela história da Salvação, Deus não esta aqui no mundo para fazer um país mais justo, Deus esta aqui para Salvar, quem esta aqui no mundo para fazer um pais mais justo somos nós, para que haja mais pessoas no caminho da Salvação.


O Determinismo Atual

Com o passar do tempo, as coisas e até mesmo as teorias sofrem evolução, “Determinismo Atual” é a definição da situação em que a religião cristã esta vivendo aqui na América Latina.

Determinismo afirma que não há possibilidade de suas vidas tomarem um rumo diferente, e todos os atos, os eventos e as decisões são resultado inevitável de alguma condição ou decisão anterior a eles que é independente da vontade humana, porque é determinado pelo próprio Deus.


Então chegamos a uma conclusão: Se está determinado, então há uma permissão de Deus para que as coisas aconteçam.

- Deus permite que as pessoas passem fome?

- Deus permite que crianças sejam estupradas?

- Deus permite que o homem mate o outro?

- Deus permite que pessoas adoeçam?

- Deus permite que os Políticos roubem?

- Deus permite que a África seja o país da miséria?

A partir dessa ideia nascem respostas sem lógica para qualquer acontecimento, tanto na vida de cada um, como no mundo.

- Foi Deus quem permitiu.

- Seja o que Deus quiser.

- Há uma permissão de Deus nisso.

- Deus permitiu então algum propósito Ele tem.


Não há propósito de Deus fora de suas Escrituras!!!

Então, diga para um Pai de uma criança de 7 anos de idade que a filha dela foi estuprada porque Deus permitiu. Diga para uma mãe que o filho dela morreu aos 10 anos por uma bala perdida, que foi Deus quem permitiu. Diga para as famílias Africanas que elas não têm o que comer porque Deus permitiu. Diga para um Pai desempregado que não tem o que dar de comer para seu filho, que a causa é a permissão de Deus. Diga para a filha que a mãe dela morreu de câncer porque Deus permitiu.

Não queremos dizer aqui que Deus não interfira, Lembre-se Ele é Soberano. Dizer que Deus permite é isentar ou tirar dos homens sua responsabilidade, por isso chegamos a este evangelho medíocre que esta sendo pregado na igreja no século XXI, tenho que concordar com o livro de Rob Bell & Don Golden, titulado “Jesus quer Salvar os Cristãos”, publicado pela editora Vida.

Eugene H. Peterson na Bíblia “A Mensagem” em Tiago 1.13-15 diz:

“Ninguém que esteja passando por lutas pode ter a cara de pau de dizer: “É Deus que está me tentando.” Deus não tem nada a ver com isso, e ele nunca põe o mal no caminho de ninguém. Ceder à tentação é decisão nossa. Culpar Deus é malandragem!”.

Lembre-se que Cristo nos incentiva aqui a orar para que as pessoas obedeçam aos mandamentos divinos do arrependimento do pecado e da fé em Cristo como Salvador.

Mateus 6.9-13, Cristo diz:

“...seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu.” – Se Cristo pede para que a vontade de Deus seja feita, é porque ela não esta sendo feita.

Mateus 7:21, diz:

ü “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.”


Ou nós fazemos a vontade de Deus, que provavelmente não esta sendo feita, ou nós não fazemos e caímos no determinismo atual, que diz “foi permissão de Deus”.

Conclusão

Existe vontade Permissiva de Deus?

Resposta: Não, o que existe atualmente é uma notória ausência de discernimento da pessoa de Deus e a responsabilidade do homem manifesta mutuamente na pessoa Cristo Jesus.


Bibliografia

BELL, Rob. Jesus quer Salvar os Cristãos. São Paulo, SP, Editora Vida, 2009.

CAVALCANTI, Robinson. Cristianismo e Política; teoria bíblica e prática histórica. Viçosa, Ultimato, 2002.

CRAIG, William L. Apologética para questões difíceis da vida. São Paulo: Vida Nova, 2010, tradução Heber Carlos de Campos.

GONDIM, Ricardo. O que os evangélicos (não) falam: dos negócios à graça, do desencanto à esperança. Viçosa, MG, Ultimato, 2006.

HARRIS, R. Laird. Dicionário internacional de teologia do Antigo Testamento. São Paulo, SP. Vida Nova, 1998.

HODGE, Charles. Teologia Sistemática. São Paulo, SP, Hagnos, 2001.

McGRATH, Alister E. Teologia Sistemática, histórica e filosófica: uma introdução a teologia cristã. São Paulo, SP, Sheed Publicações, 2005.

NICODEMUS, Augustus. O ateísmo cristão e outras ameaças à Igreja. São Paulo, SP, Mundo Cristão, 2011.

ROMEIRO, Paulo. Evangélicos em crise. São Paulo, SP, 4 edição, Mundo Cristão, 1999.

923 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo